Alessandra Strazzi

Alessandra Strazzi

Advogada | OAB/SP 321.795

Advogada por profissão, Previdenciarista por vocação e Blogueira por paixão, Autora dos blogs “Adblogando“ e "Desmistificando". Formada pela Universidade Estadual Paulista / UNESP.

Leia também

advertisement advertisement

Divórcio extrajudicial pode ser feito em cartório

 

Nem todos sabem, mas o divórcio pode ocorrer em cartório, de maneira simples e bem menos burocrática que o divórcio judicial (realizado pelo Poder Judiciário através de um juiz de direito). A previsão está no art. 1.124-A do Código de Processo Civil. Continue lendo este artigo para mais detalhes.

 

[Leia também: Separação e Divórcio – Dúvidas e Procedimentos]

 

Divórcio extrajudicial pode ser feito em cartório

 

O divórcio realizado em cartório de é chamado de extrajudicial exatamente porque dispensa o Poder Judiciário. Não é necessário um processo.

 

Partilhas, separação, divórcio e inventário podem ser resolvidos em cartório.

 

Para poder ser realizado dessa forma mais simples, o divórcio deve ser consensual (amigável) e não pode haver filhos menores ou incapazes do casal.

 

O que é divórcio?

 

É importante trazer o conceito de divórcio: é o rompimento legal e definitivo do vínculo de casamento civil.

 

 

 

Divórcio extrajudicial

 

FONTE: Página oficial do CNJ no Facebook, Código de Processo Civil.

Crédito de imagens: Pixabay.

Pin It on Pinterest

Conteúdo VIP

Conteúdo VIP

Coloque o seu email ao lado para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Inscrição feita com sucesso!